EnglishFrenchPortugueseSpanish

2007 Young Europeans Eurodefense

Round Table – “A Política Europeia de Vizinhança e os Vizinhos do Sul”

No quadro das suas actividades com jovens universitários, o Centro de Estudos EuroDefense-Portugal realizou em Lisboa, entre 11 e 13 de Outubro de 2007, uma Reunião EuroDefense de jovens europeus. A reunião, designada “2007 Young Europeans EuroDefense Round Table”, foi uma iniciativa integrada no âmbito das actividades da Presidência Portuguesa da União Europeia com uma duração útil de dois dias, contou com a participação de dezasseis representantes das Associações EuroDefense da Áustria, França, Grécia e Roménia, da ANAJ – Associação de Jovens Auditores de França e de universidades e instituições portuguesas e teve como tema central de debate “A Política Europeia de Vizinhança e os Vizinhos do Sul”.

As actividades da reunião decorreram em instalações do Instituto Português da Juventude e do Instituto da Defesa Nacional, entidades que patrocinaram o evento. Do programa destacam-se um painel sobre “A política Europeia de Vizinhança”, presidido pelo MGen. Lemos Pires, Vice-presidente do ED-Portugal e com a participação da Prof. Dr.ª Raquel Freire (Universidade de Coimbra), do Embaixador Gonçalo Santa-Clara Gomes (IEEI) e da Dr.ª Diana Soller (IDN), o debate em trabalhos de grupo e a elaboração de conclusões pelos participantes.

A Sessão de Encerramento, que teve lugar nas instalações do Instituto da Defesa Nacional no dia 13 Outubro, foi presidida pelo director do Instituto de Defesa Nacional, TGen. Ferreira da Silva, em representação do Senhor Ministro da Defesa Nacional, e encerrada pelo Dr. Figueiredo Lopes, presidente do ED-Portugal.

Integrou uma apresentação pelos grupos de trabalho que foram organizados numa network na fase preparatória que antecedeu a realização da Mesa Redonda e que depois prosseguiram o seu debate e elaboraram os respectivos textos em Lisboa. Esta apresentação de conclu- sões iniciou-se com uma introdução do TCor António Paradelo, director executivo da Mesa Redonda, seguida de exposições pelos três Grupos de Trabalho das respectivas sínteses  que, a seguir, se referem:

  • O Grupo de Trabalho nº 1 desenvolveu uma sólida apresentação do que é a Politica Europeia de Vizinhança, de como esta evoluiu desde a sua criação e dos problemas chave que enfrenta actualmente. Em especial, este grupo sublinhou a forma como a União Europeia tem instrumentalizado a Política Europeia de Vizinhança (PEV) e quais as consequências para os vizinhos quer do Sul, quer de Leste.
  • O Grupo de Trabalho nº 2 focou aspectos da PEV mais relacionados com a segurança. Ao longo deste documento de trabalho, foram referidas as ameaças mais relevantes à segurança da União Europeia (problemas energéticos, terrorismo, crime organizado, estados não democráticos, conflitos latentes e problemas do Médio Oriente). Foi ainda concluído que a actual abordagem holística da PEV não se adequa à resolução de todos estes problemas tão diferentes uns dos outros.
  • O Grupo de Trabalho nº 3 apresentou um número importante de recomendações relativamente ao futuro da PEV. Em especial, foi mencionada a necessidade de se clarificarem os objectivos da PEV por forma a tornar mais transparente a relação entre a União Europeia e os seus vizinhos. A PEV, tal como está actualmente formulada, não é capaz de responder de forma específica às necessidades de cada pais vizinho, o que diminui o seu grau de eficiência.

A Dr.ª Helena Carrapiço, que orientou os trabalhos de grupo, integrou os textos elaborados e as respectivas conclusões num único documento, posteriormente traduzido para português pelo Dr. Paulo Barcelos.

Partilhar conteúdo:
LinkedIn
Share

Formulário Contato

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin