EnglishFrenchPortugueseSpanish

Webinar – A UE num contexto de incerteza geopolítica:
O Strategic Compass

Este webinar insere-se no âmbito do GRED 2 – POLÍTICAS DE SEGURANÇA E DEFESA

O objetivo central deste GRED é a análise e reflexão sobre as políticas e dinâmicas societais com impacto na Segurança e Defesa da União Europeia e na sua capacidade de afirmação com ator relevante no plano das relações internacionais, como promotor da Paz e Segurança, à luz da sua Estratégia Global de 2016.

O Major-General Agostinho Costa desempenhou ao longo da sua carreira várias funções em território nacional e no estrangeiro. Destacam-se, enquanto Oficial Superior no Exército, a de Comandante de unidade de escalão Batalhão, Chefe de Operações do Comando das Forças Terrestres, Chefe do Estado-Maior da Brigada Aerotransportada Independente, Comandante da Escola de Tropas Aerotransportadas e Chefe do Gabinete de Planeamento e Programação do Instituto de Estudos Superiores Militares.

Ocupou diversos cargos internacionais, num total de sete anos de missão no exterior do território nacional. Foi Observador Militar das Nações Unidas durante o conflito da ex-Jugoslávia, Oficial de Operações da 3ª Divisão do ARRC (Corpo de Reação Rápida da NATO) e Chefe de Operações de uma Grande Unidade Multinacional na Missão da NATO no Kosovo, imediatamente após a campanha aérea.

Como Oficial-General foi Chefe de Estado-Maior da EUROFOR. Serviu na Guarda Nacional Republicana onde foi Comandante da Escola da Guarda, Comandante do Comando da Doutrina e Formação, Comandante do Comando Operacional e 2º Comandante-Geral da GNR.

No tocante à formação académica, para além dos cursos inerentes à progressão na carreira, averba o curso de Estado-Maior, o curso de Oficial General e o Top Senior Police Officer Course do Colégio Europeu de Polícia (CEPOL) e o Mestrado de Relações Internacionais da Universidade Lusíada de Lisboa.

Presentemente é vice-Presidente do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal, membro do Grupo de Reflexão Estratégica sobre Segurança da Universidade Nova de Lisboa (GRES), do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo (OSCOT) e do Conselho Editorial da Revista Segurança e Defesa. É autor de vários textos e artigos sobre Segurança, com destaque para a coautoria das publicações “Segurança Horizonte 2025: um Conceito Estratégico de Segurança Interna” e “Estratégia de Segurança Nacional – Portugal Horizonte 2030”.

O Tenente-General António Fontes Ramos é Professor Convidado no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa, na Faculdade de Ciências Sociais e Políticas – Universidade Católica de Moçambique – Quelimane e no Instituto de Democracia e Desenvolvimento de Cabo Verde. Vice-Presidente da EuroDefense Portugal, Vogal da Secção de Estudos Militares da Sociedade de Geografia de Lisboa

Foi representante militar de Portugal no Comité Militar da NATO e da União Europeia, Diretor de Administração e Mobilização de Pessoal do Exército, Chefe da Divisão de Operações do Exército, Analista na Secção de Forças e Sistemas Terrestres da Divisão de Informações do SHAPE, Chefe da Secção de Estratégia e Professor de Tática e Informações no Instituto de Altos Estudos Militares.

A sua experiência operacional e de gestão de crises, envolve atividades em Moçambique (1968/70), Timor (1974/75) e em Angola (1991/92) em que foi Chefe de Estado Maior na Componente Militar da Missão de Portugal em Angola e assessor para a formação das Forças Armadas Angolanas. Tomou parte igualmente na gestão coletiva, no quadro da NATO e da UE (2000/03), das crises decorrentes do 11 de Set, da Bósnia-Herzegovina, Kosovo, da Macedónia e do Iraque.

A inscrição deve ser solicitada por esta via, para eurodefense@defesa.pt até ao dia 22 de fevereiro.

Partilhar conteúdo:
LinkedIn
Share

Formulário Contato

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin