Avançar para o conteúdo

Agenda

Webinar – Perigos e oportunidades da disrupção digital

A Quarta Revolução Digital sofreu um fulminante impulso com a pandemia que enfrentamos, agravando os riscos associados a uma adoção que não contemple a prevenção dos seus potenciais efeitos negativos. Será, assim, redobradamente pertinente que se ponderem as imensas oportunidades que as novas tecnologias estão a proporcionar à humanidade com as novas ameaças decorrentes de uma utilização inadequada ou precipitada destes recursos que crescentemente incorporam as nossas vivências.

Webinar – Tecnologia, segurança e sociedade: novos pontos de convergência e tensão

Analisa em primeiro lugar as grandes tendências relacionadas com os avanços tecnológicos contemporâneos, que permitem novas práticas sociais e estão a alterar a forma como os cidadãos se relacionam com o poder e como este se relaciona com eles. Estas dinâmicas tem implicações em termos de segurança, tanto individual como coletiva.
Em segundo lugar, a comunicação parte deste nível civil e social para o nível da segurança e defesa, explorando de que forma a União Europeia, e os seus instrumentos políticos no âmbito da defesa, procuram dar resposta aos novos desafios securitários contemporâneos.

Webinar – A segurança e defesa no espaço energético e ambiental: Uma matriz estratégica

Delimitar o Espaço Energético e Ambiental, através do olhar que a Geopolítica Energética proporciona. Será dado relevo, ao fator multiplicador da ameaça representado pelas Alterações Climáticas e os desafios que o início dos anos 20 nos trouxeram: o Pacto Ecológico Europeu e claro a pandemia da Covid-19. O atual Pacto Ecológico Europeu veio em definitivo formular políticas e objetivos estruturantes para os Estados-membros e garantir uma estratégia geopolítica coerente da União Europeia (UE), face às contingências decorrentes do vetor Clima.

Webinar – Segurança sanitária: As emergências em saúde e o desafio da sustentabilidade

“A ideia de segurança sanitária tornou-se importante nos últimos anos em debates políticos e produção académica sobre governança da saúde. Esta comunicação explora as origens e trajetória do conceito, analisando as vantagens e desvantagens do seu uso. Esta análise serve de base a uma reflexão acerca do possível significado de segurança sanitária num contexto de emergências em saúde, e tendo como pano de fundo a atual emergência climática. O objetivo é repensar uma segurança sanitária sustentável, que propicie não só respostas eficazes a emergências em saúde mas também uma atenção às causas que lhes subjazem. A comunicação termina com uma reflexão acerca do papel da segurança sanitária sustentável no seio das políticas de segurança e defesa.”

LinkedIn
Share